29.10.08

Dentro da categoria de noticias fantásticas, deixo-vos mais uma...

 

"Juiz espanhol obriga viúva a pagar amante do marido

   Um juiz espanhol decidiu que uma viúva traída deve pagar à amante do falecido marido mais de 36 mil euros.
 

   A sentença afirma que o homem dava dinheiro à amante porque queria e a vontade dele deve ser respeitada, mesmo depois de ter morrido.

 

   A disputa nos tribunais começou em 2006, após o falecimento do empresário J.A.P. (por razões legais, os nomes dos envolvidos não foram revelados), em Sevilha.

 

   A viúva P.F.P descobriu que tinha sido traída durante anos e que o banco passava quantias mensais à amante que variavam entre 3 mil e os 4 mil e quinhentos euros.

 

   A família oficial do marido decidiu cancelar os pagamentos, e a amante levou o caso a tribunal.

 

   Na sentença, anunciada nesta segunda-feira pela Audiência Nacional de Sevilha, o juiz deu razão à amante, obrigando a viúva a pagar todos os cheques pendentes num um valor que chega aos 38 mil euros.

 

   Segundo o juiz, «ficou provado que o falecido manteve uma relação sentimental prolongada com a queixosa V.A.G.».

 

 

   A viúva já tinha perdido a acção em primeira instância.

   O primeiro tribunal condenou-a a pagar o cheque de 33 mil euros, mas bloqueou os dois seguintes, de quantias menores.

 

   Com o último recurso, a esposa fica sem opção para recorrer e deverá tirar o dinheiro da própria conta corrente - anteriormente, uma conta conjunta que mantinha com o falecido marido.

 

   Para conseguir esconder a traição durante anos (o tribunal não informou à imprensa quanto tempo durou a infidelidade), o empresário contou com a cumplicidade de amigos.

 

   Para o juiz, as provas demonstraram «sérios indícios de que a relação não era meramente passageira ou esporádica e que está fora de qualquer dúvida a existência de uma doação à queixosa através dos cheques».

 

   A sentença ainda inclui uma confirmação do banco de que o falecido marido era titular da conta corrente de onde saíam os pagamentos à amante, o que levou o juiz a afirmar que «o dinheiro era dele e ele podia fazer com ele o que quisesse».

Noticia retirada do site SOL - SPL com agências"

 

 

Pois que não me parece ter terminado nada mal... Para o lado da amante claro!!!

 

Depois de ler esta pérola da justiça espanhola existem duas coisas a fazer...

 

1ª coisa a fazer é agarrar na malita e mudar-me para o país vizinho...

2ª coisa a fazer é arranjar uma belo amante cheio de pasta...

 

Vocês conhecem outra alternativa??? Eu não...

 

sinto-me: com sono
tags:
Desabafado por Guitinha às 09:51
|  O que é?

Mais sobre a Gaja
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

12
15
16
18

19
22

26
27
31


Desabafos Arquivados
pesquisar
 
Malta que anda a cuscar a Gaja